22 de jan de 2015

1º Ciclo da nova batalha

Essa semana comecei o 1º ciclo desta segunda quimioterapia...
Ela agora está bem diferente, realizada em 3 dias consecutivos e, após cinco dias, mais 10 injeções diárias  -novos exames de sangue, volta ao Doutor e aí se permite ou não o 2º ciclo. Bem, outra rotina, mas também posso me adaptar... nada insuportável.
Mas, o corpo reage... e as emoções também... e na verdade a única coisa que continua ali, firme, inabalável e sem mudanças é a presença do amor e cuidado de Deus. Que bom, isso não muda, porque Deus não muda - o mesmo ontem, hoje e sempre.

Aliás, tenho aprendido que as adversidades são usadas por Deus para desenvolver o "poder das asas" em nossas vidas. Asas como de águias, como diz o versículo 31 de Isaías 40. Elas , quando percebem a aproximação da tempestade aguardam a sua chegada e a enfrentam; em seguida abrem as asas e voam acima dela e se mantém a salvo... Vou explicar: quando as pressões, os fardos ou doenças caem sobre nós impiedosamente, podemos ser como águias - as orações se tornam asas poderosas que nos levam a  atravessar os obstáculos e subir para a proteção do Senhor.
Creio que a força da oração surge quando aprendemos a esperar no Senhor - e esse "esperar" para mim é como um "agarrar-me" nele, confiando sejam quais forem os problemas e dificuldades que venham.

Espero que eu possa ter passado pra você, que está lendo meu texto, um recado que vem da minha experiência pessoal: não devemos nos dar por vencidos, ou acharmos que estamos derrotados, sem solução. Desistir não ajuda em nada, devemos confiar sempre... confiar que podemos voar nas asas que o Senhor nos dá, acima das tempestades enquanto elas passam.

E como esse blog sempre tem papel...
A Agenda de oração que fiz para minhas companheiras de oração:



Espero que elas gostem!
Bjks
"mas aqueles que esperam no Senhor
renovam as suas forças.
Voam alto como águias;
correm e não ficam exaustos,
andam e não se cansam."
Isaías 40:31